Copa vai a Paris e amplia as fronteiras de arrecadação

Etapa Paris

A etapa Paris foi realizada em 25 de outubro de 2012

O jantar da etapa Paris da Copa Gastronômica Gols pela Vida foi realizado em 25 de outubro de 2012. Ele reuniu cerca de 130 pessoas na capital francesa e o salão reservado para o acontecimento no Cercle de l’Union Interalliée ficou lotado.

A ação faz parte da estratégia do Pequeno Príncipe de ampliar as fontes de recursos necessários para as suas atividades. O evento foi realizado em parceria com a Fundação Antoine de Saint-Exupéry e com a mais famosa escola de gastronomia do mundo, Le Cordon Bleu.

A principal representante do governo francês no jantar, Hélène Conway-Mouret, ministra delegada dos franceses no estrangeiro, disse que as parcerias do Instituto de Pesquisa Pelé Pequeno Príncipe com a França são bons exemplos de uma integração cada vez mais necessária. Segundo ela, é preciso aprofundar os laços técnico-científicos – unindo economia, ciência e valores – entre nações em desenvolvimento e países desenvolvidos.

O instituto tem três convênios formais com renomadas instituições francesas: o Instituto Pasteur, o Instituto de Farmacologia Molecular e Celular de Valbonne e o Lia Neogenesis. Há ainda outras colaborações pontuais entre cientistas do Pequeno Príncipe e profissionais da França.

Um item a ser destacado foi a relevância dada pela ministra aos valores humanos que devem estar envolvidos nessas ações – democracia, paz, justiça social, arte e ciência. O que é um posicionamento bem alinhado com a filosofia do Complexo Pequeno Príncipe.

O diretor-corporativo do Pequeno Príncipe, José Álvaro Carneiro, lembrou que a França é um dos países mais preocupados com a necessidade de um novo pacto social mundial e que o terceiro setor é um importante agente no processo de mudanças positivas. “A criação de laços entre pessoas, organizações e países é ponto importantíssimo neste processo”, afirmou.

Novo livro
Além da apresentação do Complexo Pequeno Príncipe a potenciais parceiros franceses, o jantar foi palco de um anúncio relevante. Olivier D’Agay, diretor da Sucessão Antoine de Saint-Exupéry – que reúne herdeiros da família do escritor e que detém os direitos autorais de suas obras –, informou que no próximo ano será lançada uma edição inédita do Pequeno Príncipe, com ilustrações em alto relevo para o livro em braile. Será uma forma de ampliar a percepção dos portadores de deficiência visual sobre a obra. A iniciativa faz parte das comemorações pelos 70 anos do livro, completados em 2013.

Salao_2Exemplo
François D’Agay – decano, presidente da Fundação Antoine de Saint-Exupéry, sobrinho e afilhado de Saint-Exupéry – fez um discurso emocionado durante o evento, uma verdadeira declaração de amor ao Complexo Pequeno Príncipe. Ele lembrou a influência mundial que a obra de seu tio alcançou. E, como já fizera em outras oportunidades, reconheceu o complexo de Curitiba como a maior obra inspirada no livro. “Um modelo a ser estudado, seguido e multiplicado”, disse.

Satisfação
Pierre Troisgros – pai do padrinho da Copa Gastronômica, Claude Troisgros, e de Michel Troisgros, também responsável pelo jantar – é um ícone da cozinha francesa. Ao lado de Paul Bocuse, é o papa do movimento conhecido como nouvelle cuisine.

Pierre se disse “muito satisfeito” com o que viu no evento. “Um abraço entre as cozinhas francesa e brasileira”, declarou. Os pratos misturaram ingredientes como urucum e foie gras – bem alinhado com o espírito de valorização da cultura gastronômica regional defendido pela Copa Gastronômica.