Barreado

As charmosas cidades de Morretes e Antonina, no litoral paranaense, são um destino gastronômico para centenas de pessoas todos os fins de semana. Foi nessa região que nasceu o delicioso e único “barreado”: numa panela de barro lacrada por uma goma de farinha e água, todos os ingredientes cozinham por horas até que a carne se desfie. A melhor parte é que, como a maioria dos cozidos, requentá-lo no dia após a preparação faz os sabores se acentuarem! Uma delícia brasileiríssima e de fácil preparo. Vamos lá?


barreadoINGREDIENTES

5 kg de carne (peito e paleta)
300 g de toucinho defumado
3 cebolas grandes picadas
1 cabeça grande de alho moído
1 folha de louro
1 colher rasa de cominho
Sal a gosto
Pimenta-vermelha e do reino a gosto

 

PREPARO

Originalmente, todos os ingredientes eram postos na panela e cozinhavam vedados por mais de um dia. Caso você tenha uma panela de barro, a goma para lacrá-la é a mistura da farinha de mandioca, farinha de trigo e água morna, adicionando o líquido e mexendo até dar liga. Uma boa opção é tentar a receita na panela de pressão, em fogo médio, e deixar que a carne cozinhe até que comece a desfiar facilmente.

Corte grosseiramente as cebolas em cubos, preparando de igual forma o alho e o toucinho. Com um fio de óleo, deixe as cebolas cozinharem lentamente até começarem a se tornar transparentes. Nesse momento, adicione o alho e então o toucinho picado. Por fim, adicione a carne e cubra-a inteiramente de água. Tempere com as ervas e pouco sal e pimenta – apenas corrigindo no final, se for necessário. Os pedaços de carne deverão se desmanchar; caso necessário, use um soquete (de feijão). Para acompanhar, corte banana em cubos e utilize a farinha de mandioca, que pode ser feita como farofa.