São Paulo 2012

Sala São Paulo

Estação da Luz, onde fica a Sala São Paulo

Uma festa de saberes e sabores!

No dia 12 de agosto de 2012, a Sala São Paulo – localizada no centro histórico da cidade – recebeu 2 mil pessoas em uma verdadeira seleção de chefs da alta gastronomia brasileira e internacional.

Toda a renda obtida com este evento foi revertida para o Instituto de Pesquisa Pelé Pequeno Príncipe, que tem como objetivo aumentar o percentual de cura das doenças complexas da criança e do adolescente, diminuindo a mortalidade infantojuvenil.

Fotos

Confira as fotos da etapa São Paulo da Copa Gastronômica!

Chefs

No grande time formado pelo padrinho do projeto, o chef Claude Troisgros, estavam presentes os chefs Laurent Suaudeau, Helena Rizzo, Carla Pernambuco, Rodrigo Oliveira, Emmanuel Bassoleil, Morena Leite, Charlô Whately, Thomas Troisgros, Roberta Sudbrack, Kátia Barbosa, Celso Freire, Iñaki Aizpitarte, Ken Hom e Ignacio Echapresto.

Carla Pernambuco

Carla Pernambuco

A chef gaúcha já anuncia a brasilidade com o próprio nome e tem a criatividade como sua marca

Celso Freire

Celso Freire

Após formar-se em Economia, optou por seguir sua verdadeira paixão: a cozinha

Charlo Whately

Charlô Whately

Depois de uma infância em meio a cheiros e gostos da fazenda, o chef alia a brasilidade a um olhar cosmopolita

Claude Troisgros

Claude Troisgros

Da França para o Brasil, um apaixonado por nossos tesouros culinários e padrinho de um projeto nacional

Emmanuel Bassoleil

Emmanuel Bassoleil

Há 25 anos no Brasil, o chef trouxe de Dijon a experiência e a sofisticação da cozinha francesa

Helena Rizzo

Helena Rizzo

Gaúcha de Porto Alegre, aos 17 anos optou pela carreira culinária ao invés da faculdade de arquitetura

Ignacio Echapresto

Ignacio Echapresto

É um jovem chef autodidata espanhol. Estrelou o programa de televisão “A Palavra da Boca”

Inaki Aizpitarte

Iñaki Aizpitarte

Jovem chef basco atrai uma multidão de fãs, que o seguem desde o início da carreira, por onde quer que passe

Kátia Barbosa

Kátia Barbosa

Autodidata, há 40 anos é uma legítima mistura do Rio de Janeiro com o Nordeste

Ken Hom

Ken Hom

Filho de chineses e nascido nos Estados Unidos, cresceu na cozinha do restaurante oriental do tio

Laurent Suaudeau

Laurent Suaudeau

Ousado e criativo, Suaudeau é um dos grandes nomes da culinária francesa atuante no Brasil

Morena Leite

Morena Leite

O envolvimento de Morena Leite com a gastronomia começou cedo, em Trancoso, cidade onde cresceu

Roberta Sudbrack

Roberta Sudbrack

Primeira chef mulher a comandar a cozinha da Presidência. Seu restaurante está entre os 100 melhores do mundo

Rodrigo Oliveira

Rodrigo Oliveira

Com formação em gastronomia, Rodrigo está há oito anos no comando do premiado restaurante Mocotó

Thomas Troisgros

Thomas Troisgros

Ele faz parte da quarta geração de um clã de chefs que construiu boa parte da gastronomia moderna

Gastronomia

Cada chef comandou um stand onde serviram pequenas porções de degustação, que valorizaram os ingredientes e a culinária brasileira. Ao longo da tarde, os chefs Thomas Troisgros, Carla Pernambuco, Rodrigo Oliveira e Roberta Sudbrack fizeram demonstração do preparo de seus pratos em uma cozinha-palco.

capa

Ovo

“Ovo”

Helena Rizzo

Rolinho primavera

Rolinho primavera de frango e tomate seco

Ken Hom

Moquequinha

Moquequinha de aratu com farofa de beiju

Morena Leite

Minestrone

Minestrone com lentilha e cordeiro à minha maneira

Emmanuel Bassoleil

Lombo de sardina

Lombo de sardinha com pimentão assado e queijo

Ignacio Echapresto

Linguado com pirao de tucupi

Linguado com pirão de Tucupi

Claude e Thomas Troisgros

Fondant de galinha

Fondant de galinha caipira, creme de abóbora e couve frita

Laurent Suaudeau

Coração de palmito

Coração de palmito, molho de marisco e manzanilla

Iñaki Aizpitarte

Cocada de forno

Cocada de forno

Carla Pernambuco

Cachorro quente

Cachorro-quente “Nordestino”

Roberta Sudbrack

Bolo de nozes em sorvete

Bolo de nozes em sorvete e calda de ovos moles

Charlô Whately

Bobó de camarão

Bobó de camarão

Kátia Barbosa

Barreado

Barreado

Celso Freire

Baiao de dois

Baião de dois e dadinho de tapioca

Rodrigo Oliveira

Música

A Orquestra Sinfonia Brasil, regida pelo maestro Norton Morozowicz, abriu o evento com um concerto de cordas inédito baseado na obra de Radamés Gnattali. A Orquestra apresentou-se com 21 instrumentistas, sendo 12 violinos, quatro violas, quatro violoncelos e um contrabaixo.

Plateia

 

O Concerto

A Orquestra Sinfonia Brasil abriu a etapa paulistana da Copa Gastronômica Gols pela Vida. O repertório incluiu composições de Radamés Gnattali, um dos ícones da música brasileira de concerto e de quem o regente Morozowicz foi amigo.

A escolha de tocar músicas de Gnattali foi minuciosa. O maestro afirma que as composições de Gnattali “jamais admitiram barreiras entre o clássico e o popular”. Sua extensa obra vem despertando cada vez mais o interesse não somente por parte dos músicos e da crítica especializada. Ela tem servido como veículo de aproximação do grande público com a música de concerto.

Foi a partir daí que surgiu a criteriosa escolha do autor para a Copa Gastronômica, que traz ao alcance de todos, além da música, o melhor que a nossa gastronomia oferece, harmonizados com a solidariedade.

Para essa gostosa combinação, nada mais próprio do que a execução do concerto pela Sinfonia Brasil. Criada sob a chancela da Associação Música Brasil (AMB), tem como objetivo principal a divulgação da música de concerto nacional. Para isso, tornou-se veículo de resgate de obras importantes do repertório orquestral de compositores nacionais, apresentadas por importantes músicos brasileiros. O público e a crítica têm aprovado com louvor.

concerto

Solistas

Jose StaneckJosé Staneck

Em sua carreira, desenvolve um estilo próprio onde elementos tanto da música de concerto quanto da Música Popular Brasileira e do jazz se fundem a serviço de uma sonoridade e expressividade marcante. “Versatilidade é o que mais se aplica ao gaitista José Staneck. É alguém que verdadeiramente conta em nosso meio artístico”, afirmou Carlos Dantas, da Tribuna da Imprensa, em 2004.

Marcilio Marques Lopes Marcílio Marques Lopes

Estudou composição com o maestro Guerra Peixe. É bacharel em Composição e Mestre em Musicologia pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO). Bandolinista do grupo Água de Moringa, ele também faz parte de outras formações musicais, como a Caldereta Carioca e o Quarteto Brasileiro.

Marcos Nimrichter Marcos Nimrichter

Pianista, acordeonista, compositor, arranjador, produtor musical e professor. Sua forte atuação como solista e apresentador, além de incontáveis gravações, faz desse jovem instrumentista um dos mais respeitados músicos brasileiros da atualidade.

 

Patrocinadores

Veja quem contribuiu para o sucesso desta edição: